No oitavo episódio da série Insight Tellers, conversamos sobre liderança feminina em tempos de Covid-19. 

Em um bate-papo descontraído, Cássia Messias (COO da STILINGUE), Mary Novato (Senior Social Media Coordinator na 99 app), Elisa Midori (Gerente de Relacionamento com Cliente na Gol Linhas Aéreas Inteligentes) e Bia Cioffi (Diretora de Planejamento Transmídia na Record TV) falaram sobre os impactos da pandemia em seus setores, as principais preocupações de liderança, as soluções encontradas e compartilharam experiências reais.

Mas, se você não conseguiu assistir ao vivo, separamos alguns pontos interessantes levantados no webinar. Confira!

Líderes exemplo

Em posições de liderança desde muito nova, Bia Cioffi comentou sobre os impactos que experiências profissionais anteriores tiveram na formação dela como uma gestora. E como muitas vezes replicamos modelos já existentes sem refletir profundamente: “Permitir menos questionamentos, ser mais dura, mostrar menos fragilidade eram práticas que eu adotava pelo exemplo. O momento da pandemia exigiu dos líderes uma delicadeza maior, ser menos invasivo, de ter respeito a toda privacidade, acolher os colaboradores“.

Valores que vieram para ficar

Transparência, colaboração, trabalho em grupo, cuidado, escuta ativa e empatia.

Algumas das palavras-chave apontadas pelas líderes como características afloradas em período de isolamento social e cada vez mais importantes em ambiente profissional.

Para Elisa, por exemplo, liderar de forma serena é uma vantagem do gênero em cenário de incertezas: “Como manter nosso equilíbrio emocional em meio a equilibrar diversos pratinhos? Como mostrar que somos humanas? Eu não tenho uma máscara, eu sou eu e sou. A principal característica que eu vejo é a tranquilidade de ir fazendo, se ajeitando e ir levando de uma forma tranquila e leve“.

Como incentivar e engajar os times remotamente enquanto liderança feminina?

Manter a comunicação com o time diariamente e os benefícios do consumo dos meio digitais durante este período foram algumas das sugestões apontadas. 

Para Bia, as ferramentas de comunicação por vídeo hoje são fundamentais para manter o engajamento da sua equipe: desde questões mais práticas como entender os desafios enfrentados no dia-a-dia e  formas de solucioná-los, até conversar sobre a experiência de isolamento e seus impactos psicológicos como sensações vividas.

Elisa ainda compartilhou que tem adotado junto à equipe a celebração de pequenas conquistas: “vibrando juntos nos canais digitais nos ajudou a manter a motivação como um time“, contou.

Para conferir a conversa completa acesse:

Se você se interessou por este artigo, leia também:

Insight Tellers – ep 3: Monitoramento estratégico para startups

Insight Tellers – ep 5: Aceleração de pequenos e médios negócios através da transformação digital

Autor

É jornalista, pós graduada em Marketing e Estratégias Digitais, e mãe do Chico. Já foi garota do tempo e trabalhou na Cruz Vermelha alemã. Acredita na tecnologia, na educação e na comunicação como ciências para desenvolver pessoas e torná-la agentes transformadores da sociedade. Na STILINGUE, atua como Product Marketing Content tangibilizando e potencializando produtos e features através de valores.

Escreva um comentário