Drops do mercado | Agosto 2020

Hoje é o primeiro dia útil do mês de agosto e também é o retorno de muitas aulas nas escolas brasileiras, porém ainda no formato do ensino a distância, o conhecido EAD.

Por isso podemos encontrar o que os alunos estão compartilhando e qual o sentimento diante da volta às aulas.

Publicações ao tempo do War-Room STILINGUE

Quando analisamos os últimos 30 dias conseguimos observar que as segundas feiras são as principais dias que concentram as publicações e a de hoje, 3 de agosto, já concentra 25% das publicações dentre todas.

Considerando o perfil que mais compartilha desse momento são as mulheres com 67% contra 33% os homens através do canal Twitter que possui 96% de importância.

Além disso o teor das publicações possuem mais conotações negativas que positivas, concentrando 32% contra 19% e os restantes 48% são neutros.

Qual é o sentimento da volta as aulas?

Período: últimos 30 dias
Gráfico: Termos relacionados do Radar STILINGUE
Como ler o gráfico: os termos do centro são os mais conectados com a comunidade, mas suas extremidades contam diferentes histórias. Já o tamanho dos círculos indicam a relevância dos assuntos nas discussões

Embora muitos ficaram um mês de férias sem aulas o retorno aparentemente não deixou os alunos animados já que o ensino continua a distância.

Publicações coletadas no War-Room STILINGUE

Os alunos comentam que não aguentam mais e estão cansados do formato.

Publicações coletadas no War-Room STILINGUE

E há a sensação que a quantidade de atividades que os alunos precisam realizar não parece ser o melhor, já que vemos as reclamações.

Publicações coletadas no War-Room STILINGUE

Por fim, algumas aulas ainda podem ser interessantes principalmente quando a matéria ou o professor ajudam nesse momento.

Considerações

Contudo mesmo depois de meses após o inicio do isolamento social os alunos ainda não se adaptaram ao formato e o sentimento de que estão perdendo tempo é recorrente dentre as publicações.

Portanto monitorar de perto o que os alunos estão comentando, sobre o ensino é uma forma de mantê-los engajados da melhor forma possível neste cenário que parece permanecer por muito tempo ainda.

Autor

Pâmela Gonçalves é formada em Relações Internacionais e trabalha com pesquisa de mercado desde 2011, quando começou sua carreira na indústria de bens duráveis. Como parte da sua jornada já trabalhou em instituto de pesquisa e traz experiência de diversos setores do mercado e atualmente atua como BI aplicando o social listening para capturar as mais variadas tendências.

Escreva um comentário