A festa católica em comemoração a Santo Antônio, São João e São Pedro foi trazida pelo colonizador português ao Brasil e uma vez aqui, se espalhou pelo país e ganhou contornos populares e características regionais. Um dos exemplos dessa festa é a que ocorre em Caruaru, Pernambuco, onde as comemorações dentro da cidade datam da década de 1960 em diante. Em 2019, último ano da festa, a prefeitura estimou uma movimentação de 3 milhões de pessoas e cerca de que 18 mil empregos diretos e indiretos envolvidos com as comemorações. A cidade  do “maior e melhor São João do mundo” seguirá como no ano passado, sem São João em 2021 devido à pandemia. 

Considerando a tradição dessa festa e o seu impacto econômico e social em todo o país, olhamos para a redes sociais para saber o que é dito sobre a festa Junina  em 2021. 

“Esse ano a Barraca do beijo é lá em casa”  – sugerem os twitteiros 

Utilizando o motor de Inteligência Artificial da STILINGUE para entender o que as pessoas dizem nas redes sociais sobre as comemorações de São João, identificamos 80.857 menções às festividades de junho feitas entre 4 de março a 3 de junho de 2021. 90% (72.801) delas foram feitas no Twitter, cerca de 3% (2.207) são comentários do Facebook  e 2% (1.818) foram publicadas em Portais. 

Figura 1: O Twitter contém 90% das menções as Festas Juninas de 2021.

Dentre as mais de 72 mil publicações feitas nessa rede, 60% foram classificadas em gêneros, sendo 26.873 como mulheres (43%) e 11.351 homens, 18%.   

Figura 2: Distribuição da classificação por gênero dos Tweets
sobre as Festas de São João. 

Na Nuvem de Palavras da amostra de tweets femininos, logo abaixo, para os últimos  30 dias, observa-se que o termo “Barraca do Beijo” está em aceleração. 

Figura 3: Nuvem de palavras das usuárias do Twitter sobre Festa Junina entre os dias 04/05/2021 00:00 a 04/06/2021

A mesma expressão, barraca do beijo, também está acelerada nos twitter masculinos, como é possível ver a seguir: 

Figura 4: Nuvem de palavras dos twitter classificados como homens.

Ao realizar uma pesquisa para a expressão “barraca do beijo”, no Twitter dentre os dias 04/03/2021 a 03/06/2021 são apresentadas 388 publicações, das quais 189 (48%) estão concentradas no dia 2/06/2021 e classificadas por sentimento conforme a figura abaixo: 

Figura 5. Distribuição por Sentimento dos Tweets com a palavra
barraca do beijo no dia 02/06/2021.

Quando analisamos os Principais Termos das 388 publicações com menções a Barraca do beijo temos: 


Figura 6: Distribuição das palavras com maior predominância nos tweets sobre barraca

Esse termo é um bom alvo para campanhas sobre festas juninas no Twitter

Ao analisar a Rede de Influenciadores para a amostra de todos os Twitter do período, que citam Festa Junina, nota-se uma rede diversificada com mais de 20 contas com potencial de influência. Dentre estes os perfis com maior potencial de alcance seriam: 

1- @VSertanejo com 621  mil seguidores

2 -@ciclopin seguido por 482 mil.

3- @paginalixo1 com 140 mil seguidores

Quais são as marcas mais juninas? 

Quando conferimos as marcas mencionadas nesse contexto, para todos os canais monitorados via STILINGUE,  encontramos 719 publicações distribuídas nos seguintes assuntos entre os dias 04/03/2021 a 03/06/2021: 

Figura 8: Distribuição de segmentos nos quais as marcas são citadas.

Finanças

Conferindo publicações que mencionam instituições financeiras relacionado as festas de São João  encontramos 129 menções, destas 86 (67%) estão no Twitter. A rede de interações dessas menções nesse canal, identificamos menções a marcas Picpay e Banco Inter.

  • As menções ao Picpay (15) estão relacionadas a pedidos de temas Juninos para as festas para o BBB no dia 10/04/2021.
  • As menções ao Banco Inter (20) são relatos sobre o que os usuários querem fazer na próxima festa junina.
Figura 9: Rede ter termos para publicações que mencionam instituições financeiras e festa junina.

Os termos em laranja estão relacionados a uma pergunta promovida pelo perfil do Twitter do banco que consiste em questionar os seguidores sobre os possíveis planos para a festa de São João de 2022.  

Alimentos e Bebidas

Ao conferir as publicações entre os dias 04/03/2021 e 03/06/2021, que mencionam marcas desses ramos encontramos 179 exemplos, com média de 1,9 por dia.Os canais com mais publicações são o Twitter com 83 (46%) seguido por Portais com 60 (34%).

Figura 10: Nuvem de palavras para publicações classificadas no tema de alimentos e bebidas. 

Aqui, é possível identificar em laranja uma campanha da marca de alimentos doces com amendoim convidando os seguidores para acompanhar receitas e promoções nos canais proprietários.  

Os principais publicadores pelo o Ranking AAA STILINGUE são: 

1- leopaidosbe com uma campanha  de festa Junina junto a Yoki

2 – droetkerbrasil com publicações no Facebook e no Instagram.

3 – firstoficial com publicações sobre o Arraiá Santa Helena.

Interessante notar que as marcas de alimentos concentram suas publicações no Instagram e Facebook, enquanto a maior parte das menções espontâneas aos seus alimentos estão no Twitter. Outro ponto, é que uma forma de aumentar a repercussão de uma campanha é interagir com os seguidores nos post promocionais, respondendo perguntas ou perguntado quais as preferências deles de alimentos juninos, por exemplo.

Streaming

Figura 11: Nuvem de palavras para menções a serviços de Streaming e festa junina. 

No grafo logo acima, podemos ver em laranja menções a seleção musical para a festa junina  criada pelo serviço de música.  A distribuição de sentimento dessas publicações é a que segue: 

Figura 12: Sentimentos nas menções a Spotify e festa junina

Quermesse X Quarentena

Quando olhamos para a distribuição temporal das menções relacionadas à Festa Junina, temos em média 878 publicações por dia. O dia 1º de Junho foi o dia com mais publicações, 5936, aumento de 6 vezes em relação à média do período. 

Figura 13: Distribuição temporal das publicações sobre festa Junina, ente 4/03 a 3/06 de 2021.

No primeiro dia de junho, a nuvem de palavras associada aos termos de festa junina envolve os alimentos típicos da época como bolo de milho, paçoca, canjica e quentão. Atividades associadas com arraiá e fogueira, e um dos santos do mês, São João. Eles são mencionados conectados com saudade, bom e risos. Interessante notar que existem 4 variações do sem festa Junina, para referir a impossibilidade de realização das quermesses devido à pandemia. Todas elas relacionadas ao termo depressão. 

Figura 14: Termos correlacionados das 5939 publicações sobre Festa Junina do dia 01/06/2021.

Quando conferimos as menções à festa junina feitas no mesmo dia no ano passado, 01/06/2020, é apresentado 8.537 publicações, ou seja, em 2021 houve uma diminuição de 1,4 vezes em relação a 2020. Naquele ano, observamos 4 variações de junho sem festa, relacionadas à palavra triste. Isso indica um fortalecimento do sentimento negativo associado à falta da festa entre um ano e outro, dado que em 2021 a palavra depressão é a que aparece relacionada às mesmas ideias que o termo triste de 2020. Vemos menções a pipoca, São João, amigos, pessoas, casa e pandemia que se relacionam a risos e saudade. Interessante notar que a visão positiva da festa se tornou mais presente em 2021, visto que, além de risos e saudade, temos a palavra bom que não apareceu em 2020. Essa comparação pode indicar que: enquanto a festa junina é mais valorizada, a sua ausência é mais sentida. 


Figura 15: Termos correlacionados à festa junina das 8.537 publicações feitas no dia 01/06/2020. 

São João

Ao avaliar o que é dito sobre São João encontramos 4.662 publicações mencionando o santo e os principais perfis autores dessa amostra são:

Figura 16: Ranking de influenciadores para publicações com o temor São João.

Ao conferir os Termos Correlacionados dessas publicações notamos que forró, Antônio, festa de São João e artistas estão em aceleração:

Figura 17: Termos correlacionados a São João. 

 Quais são os temas mais falados?

Quando conferimos os assuntos abordados sobre as festividades do mês de junho, temos que  29.089 publicações (36%) foram classificadas ao menos em um dos temas a seguir: 


Figura 18: Distribuição da classificação das 29.089 publicações sobre festa Junina em temas relacionados a consumo.

Comparando o que é dito sobre Alimentos e Bebidas com Gastronomia, utilizado a função de Duelo de Termos da STILINGUE encontramos as comidas que são faladas simultaneamente nesses dois contextos indicando uma preferência do público pelas comidas pinhão, amendoim, pipoca, cachorro quente, paçoca, canjica e milho. É possível observar que sobremesas são citadas de maneira mais pronunciada no tema Alimentos, como indicam as palavras arroz doce, curau/cural, doces, chocolate, pé de moleque, cocada e doce de leite. Já as Bebidas mais faladas são: vinho quente, quentão e chocolate quente. Essa comparação sugere que os serviços gastronômicos e de alimentação podem chamar a atenção apresentando opções ou promoções de doces e bebidas quentes os usuários, por exemplo. 

Figura 19: Os termos em amarelo, à esquerda, representam os exclusivos do seguimento de alimentos e bebidas, já os vermelhos são os relacionados ao setor de gastronomia, a direita. No centro, em laranja, os temos comuns.

O que falam as 51.774 publicações não classificadas em temas?

Quando olhamos para os 64% de publicações que não foram classificadas nos temas relacionados diretamente ao consumo, observamos narrativas sobre: 

1- A falta de comemorações como Carnaval, Natal, Pascoa e Ano Novo;

2 – Possibilidade de festa Junina em família;

3 – A saudade das quermesses escolares;

4 – Barra do beijo. 

Figura 20: Termos correlacionados para as publicações que mencionam as festividades de junho. 

Nas últimas 2 semanas os  horários com mais menções foram entre às 18 e 20h. 

Os horários com mais menções nas últimas 2 semanas ocorreram entre de 10h às 12h e entre das 18h às 20h:  

Figura 21: Distribuição por hora entre os dias 28/05 a 03/06/2021.


Figura 22: Distribuição por hora entre os dias 21/05 a 27/05/2021.

Insights 

  • O twitter é a rede onde mais se fala das festividades de junho.
  • No dia 1/06/2021 o termo barraca do beijo estava acelerado nessa rede para ambos os gêneros.
  • A palavra São João é um termo quente e está associada a forró, Antônio, festa de São João e artistas.
  • Um influenciador que publica muito sobre São João é o Zeca Pagodinho.
  • As comidas típicas da data citadas são: pinhão, amendoim, pipoca, cachorro-quente, paçoca, canjica e milho.
  • As pessoas mostram interesses por alimentos doces como arroz-doce, curau, chocolate, pé de moleque, cocada e doce de leite.
  • As bebidas quentes como vinho quente, quentão e chocolate quente também são pontos citados. 
  • Fora do contexto de alimentação os principais temas abordados são: ausência de feriados como carnaval, festas em família, citações as festas juninas escolares e barraca do beijo.
  • O horário com mais publicações sobre a festa Junina nas últimas semanas foi entre 18h e às 20h. 

Considerações 

Esse é um bom momento para campanhas no twitter relacionadas aos termos Festa Junina, São João e Barraca do Beijo. O setor de alimentos pode  chamar a atenção para os alimentos mais falados da época, como milho, pipoca, cachorro-quente e canjica, por exemplo. Doces e bebidas quentes também são promissores para esse seguimento. Os horários que podem gerar mais engajamento são entre às 18 e 20 horas.

Autor

Beatriz Salles é formada em ciências biológicas pela UFOP, com pós-graduação na área da saúde pela UFMG. Tem experiencia no desenvolvimento de projetos de pesquisas e como professora em diferentes níveis de ensino. Na STILINGUE, atuou junto ao time de atendimento com foco em suporte para agências e, atualmente, trabalha no Marketing produzindo conteúdo sobre temas presentes nas mídias sociais. É uma entusiasta da análise de dados e por encontrar respostas baseadas em evidências.

Escreva um comentário