Drops do mercado | Julho 2020

Um levantamento da IDC indica que 35% das empresas na América Latina vão investir mais no mercado de Telecom por razão da pandemia,ou seja mesmo pós pandemia, há a oportunidade de crescimento para essa indústria se depender de outras empresas.

Entretanto, decidimos analisar o que as pessoas estão falando sobre esse segmento, seja elogios e desejos por uma marca específica ou críticas de atendimento e funcionalidade de um serviço.

Volumetria de publicações sobre Telecom

Gráfico 01: Publicações no tempo do War Room STILINGUE

Do início de março a abril a volumetria estava um pouco maior em comparação aos outros meses, logo após esse período essa quantidade diminuiu porém sem muita oscilação, contendo assim um equilíbrio na quantidade de menções as marcas.

Assim sendo, é possível identificar que o maior pico foi no dia 7 de abril. Dentre os assuntos estava a reclamação dos usuários da Nextel que estavam tentando se cadastrar no auxílio emergencial mas não tinha a opção desta operadora, além disso reclamações sobre dificuldade em cancelamento do serviços de outras linhas.

Marcas x Temas

Dentre as marcas mais conhecidas, levando em consideração a quantidade de publicações, as 4 mais mencionadas foram:

  • Vivo – 38%
  • Tim – 24%
  • Claro – 15%
  • Oi – 10%

Segundo a análise, os temas que englobavam essas narrativas foram o atendimento dessas operadoras, pacotes disponíveis com a TV inclusa , aplicativos e suas funcionalidades , preços e Internet Móvel.

Representatividade

Gráfico 02: Distribuição por sentimento e por canais War Room STILINGUE
Gráfico 02: Distribuição por sentimento e por canais War Room STILINGUE

O público quando comenta sobre suas operadoras tem os seguintes sentimentos : neutro (43%), seguido de negativo (40%) e por fim positivo (17%). Assim também, quando se fala de onde eles estão falando, a rede social mais utilizada para essas menções são: Twitter com 42%, seguido do Reclame Aqui com 30%, em terceiro o Facebook com 18%.

Elogio x Crítica

As redes sociais permitem aos internautas a mostrarem suas preferências as operadores que estão usando no momento, há aqueles que também recebem ofertas melhores mas que querem continuar na sua operadora de sempre, além de conter elogios aos atendimentos, custos e serviços.

Entretanto, as redes também permitem o compartilhamento e divulgação de experiências negativas com certos serviços, podendo até influenciar possíveis consumidores da marca a não comprar seus pacotes devido a quantidade de reclamações.

Comentários retirados da STILINGUE
Comentários retirados da STILINGUE

Considerações

Mesmo com uma oportunidade de negócio durante a pandemia e pós-pandemia que a indústria de Telecom está tendo, é importante monitorar como está a saúde da marca nas redes sociais.

Autor

Maria Cecília está no último ano da graduação de Publicidade e Propaganda. Começou a carreira em 2019 sendo trainee na área de Customer Success, hoje atua na área de Marketing. Foi intercambista durante 6 meses na Universidade Europea Miguel de Cervantes, na cidade de Valladolid, Espanha. Tem facilidade com organização e trabalhar em equipe. Participou de projetos como o monitoramento em real time do Teleton 2019.

Escreva um comentário