Você já tem o Clubhouse? Se sim, você é um dos sortudos que entrou na plataforma beta, apenas para convidados, que já está como queridinha do mundo das redes sociais.

A pandemia do coronavírus criou as condições ideais para o aplicativo prosperar: pessoas isoladas e desesperadas por conexão social. Sabemos que a mídia social baseada em texto, imagem e vídeo é boa, mas a voz é uma alternativa natural que gera mais conexão.

O que é o Clubhouse?

O novato Clubhouse é uma plataforma social construída com base no bate-papo por áudio. A ferramenta possibilita salas de conversas de voz em tempo real, sem edição ou imagem, para que os usuários possam conversar e debater assuntos. As conversas são efêmeras, qualquer usuário pode ouvir e ninguém pode gravar. 

O boom do aplicativo

O Clubhouse foi criado em Março de 2020 e desde então despertou a curiosidade de grandes celebridades como Elon Musk, Drake e Oprah Winfrey —  um dos primeiros a estrearem as salas da plataforma. 

Aqui no Brasil, o app explodiu neste fim de semana. Um dos grandes responsáveis pelo boom foi o diretor do Big Brother Brasil, o Boninho, que no sábado, dia 6/02, entrou em uma das salas do app para discutir sobre o programa e causou um burburinho em outras redes. 

Usando o Radar STILINGUE, notamos uma alta volume de menções do dia 4 pro dia 08/2 —  foi o maior pico até o momento, com crescimento de 50x desde o começo do ano.

Imagem 1: Gráfico de Evolução no Tempo do Radar STILINGUE

O que falam sobre o Clubhouse? 

Enquanto as pessoas lutam por convites exclusivos, outros se gabam por estarem no app, gerando ainda mais FOMO em quem está sem o acesso. O nome Clubhouse captura perfeitamente como as pessoas desejam fazer parte do grupo. Um pouco sobre os termos mais comentados pelos internautas, mapeados pelo Radar Stilingue:

Imagem 2: Gráfico de Termos Relacionados do Radar STILINGUE

Convite (22,8%) 

As pessoas discutem sobre exclusividade e envio/recebimento de convites

Android vs IOS (7,6%) 

A limitação de acesso a usuários do sistema operacional ios é criticado

Boninho / BBB (5,2%)

Comentários sobre salas exclusivas para debater andamento do programa fazem sucesso entre os internautas

Anitta (1,0%) 

Fala-se sobre uma sala com Caetano Veloso e Luciano Huck, em a cantora anuncia que vai esperar BBB 21 acabar para lançar músicas ainda neste ano

Acessibilidade

Mesmo que com pouca representatividade, considerando o todo da discussão, Anitta se torna uma pauta mais quente, que vem ganhando força e reflete um dos pontos mais elogiados da rede social:  a acessibilidade a pessoas “famosas” e/ou “inspiradoras” e a surpresa desse contato facilitado.

O sucesso se expande exponencialmente mundo afora — por isso, também analisamos o que está sendo falado em outras línguas:

Espanhol

Os destaques para os falantes de língua espanhola são: 

Imagem 3: Gráfico de Termos Relacionados do Radar STILINGUE
  • Entrevista de Elon Musk exclusiva em sala do Clubhouse (“bitcoin”, “neuralink”, “tesla”, “marte”);
  • Impactos sobre o futuro das antigas redes sociais (Twitter e Tik Tok, principalmente);

Inglês

Imagem 4: Gráfico de Termos Relacionados do Radar STILINGUE

Já nos conteúdos em língua inglesa, internautas apontam como a “melhor rede social” para negócios e construção de networking.

Como será daqui para frente?

Clubhouse está evoluindo e crescendo rapidamente. No momento em que este artigo foi escrito, a rede social ainda está em seus estágios iniciais e continuará evoluindo, especialmente depois de ser aberta ao público. Muitas salas do app já estão atingindo o limite máximo de 5.000 usuários da plataforma durante as transmissões de celebridades.

Se você conseguir um convite, este é um bom momento para experimentar a nova rede social do momento! Apesar do momento beta, ainda é o lugar onde você pode fazer conexões genuínas.

Inscrever-se e usar o Clubhouse hoje é como entrar no Facebook em 2006 ou no Instagram em 2011. As coisas provavelmente mudarão com o tempo, mas pelo menos você pode dizer que esteve lá desde o começo.

Autor

Bruna Noronha é uma publicitária apaixonada por marketing digital dedicada a criar relacionamento, gerar oportunidades e construir reputação de marca. Atua no mercado de social listening desde 2014 com conhecimento em comunicação, automação, eventos e experiências de live marketing.

Escreva um comentário