Drops do mercado | Outubro 2020

Com a pandemia diversos setores sofreram com a redução da demanda devido ao fechamento das lojas físicas, o que não foi diferente para o setor de calçados.

Segundo o IBGE, de janeiro a julho de 2020, as vendas do setor no varejo doméstico caíram mais de 37% quando comparamos com o mesmo período no ano passado.

Mas qual foi a tendência nas redes sociais sobre o setor durante esse período bastante lembrado como o novo normal?

Tendência

Publicações no tempo do War-Room STILINGUE

Quando observamos as publicações no tempo, podemos observar que a partir de março temos um aumento nas publicações referente ao universo de calçados.

O segundo trimestre do ano apresentou um aumento de 24% na quantidade de de publicações contra o primeiro trimestre e uma pequena queda de 3% no terceiro trimestre versus o segundo.

A temática possui mais sinergia com as mulheres que corresponde 60% das publicações, 39% os homens e e 1% as organizações.

O principal canal é o Twitter com 84%, em menor proporção o Facebook 10% seguido do Instagram 3% e, Youtube 2%.

Quem está publicando?

Os perfis com influência sobre o tema são as marcas como a Arezzo e Santa Lolla, loja varejista como a Renner, assim como perfis de blogs e influenciadores.

Ranking Influenciadores no War-Room STILINGUE

Quais são os itens mais relevantes?

Analisando os top 10 itens no acumulado de 9 meses, o tênis surge com mais relevância seguido da sandália.

Importância dos top 10 itens | Acumulado Jan – Set 2020

O que estão publicando?

Termos correlacionados no War-Room STILINGUE | Período: segundo trimestre 2020

Em casa

Durante o segundo trimestre quando tivemos mais publicações sobre a temática, conseguimos identificar que os tipos de calçados estavam relacionados ao clima frio e o conforto, termo que cresceu no segundo e terceiro trimestre, 60% e 113% respectivamente.

Exemplo disso temos a pantufa, sendo um dos itens que mais apresentou crescimento no período, de 225% no segundo trimestre conta o primeiro.

Porém sofre queda no terceiro trimestre dando espaço ao chinelo que teve crescimento no terceiro trimestre, contra o segundo, de 15%. (No segundo trimestre apresentou crescimento de apenas de 6%, menor que pantufa).

Além de ser um item que possui mais importância que a pantufa, podendo indicar que é um item que não sofre tanto com a sazonalidade.

No trabalho

No que tange o ambiente de trabalho, as consumidoras discutem o uso da sapatilha ou salto, que muitas vezes não são confortáveis e se sentem até aliviadas por terem deixado de usar durante o período, e ainda gostariam de trabalhar de tênis por conta das cicatrizes deixadas pelo uso excessivo do item.

Além de haver a discussão que sapatilha deveria ser abolida já que é uma versão feminina do sapatenis, levando a crer que é um item que pode estar caindo em desuso.

As publicações sobre sapatilha e salto sobem no segundo trimestre quando comparado com o primeiro, 10% e 16% respectivamente

Porem no trimestre seguinte sapatilha sofre que da 19% e o salto cresce em menor patamar de 6%.

No esporte

Na esfera da moda esportiva encontramos o tênis e a chuteira, sendo o tênis o item mais comentado dentro da categoria, como vimos possui quase 30% dentre os top 10 itens mais comentados.

Dentre os três períodos analisados, o item apresentou maior crescimento a partir do terceiro trimestre, em que encontramos publicações dos consumidores expressando a vontade de comprar um tênis, mas não possuem dinheiro.

Enquanto que chuteira está relacionada a saudades de jogar aquela partida de futebol, durante o segundo trimestre, que até sofre queda de 27% no volume de publicações

Mas no terceiro trimestre o item cresce 55%, influenciado pelo retorno dos jogos de futebol na televisão.

E por fim, a comparação entre as marcas de esporte de Nike e Adidas, que ambas são lembradas por categorias complementares, tênis e roupa, respectivamente, além de Vans e Puma também serem citadas dentre as publicações.

Considerações

O setor de calçados apresenta diversas comunidades dentro do universo das redes sociais o que indica uma importância para monitorar a sua marca e produtos a fim de oferecer o o item adequado para o seu publico alvo.

Autor

Pâmela Gonçalves é formada em Relações Internacionais e trabalha com pesquisa de mercado desde 2011, quando começou sua carreira na indústria de bens duráveis. Como parte da sua jornada já trabalhou em instituto de pesquisa e traz experiência de diversos setores do mercado e atualmente atua como BI aplicando o social listening para capturar as mais variadas tendências.

Escreva um comentário