Felizmente, o meio ambiente é um assunto cada vez mais recorrente.

A propósito, estudos realizados pela Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que a população mundial atingiu os 7,6 bilhões de habitantes e que esse número deve chegar aos 8,6 bilhões até 2030.

Ou seja, é muita gente!

Agora pense que com a finalidade de atender um volume demográfico dessa proporção, há que se extrair recursos que nos são oferecidos naturalmente pelo planeta Terra. Além disso, tudo o que utilizamos é retornado pro meio ambiente. 

Preocupante, não é mesmo?

Pois essa preocupação já existe há muito tempo. Assim sendo, no ano de 1972, em Estocolmo, capital da Suécia, representantes de diversos governos e instituições se reuniram a fim de discutir propostas para preservação do meio ambiente. Tudo com o intuito de chamar a atenção da humanidade para a necessidade de defender o planeta que habitamos.

Na ocasião, a própria ONU instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, que passaria a ser celebrado todos os anos em 5 de junho.

Então, a data simbólica foi abraçada pelos governos, organizações não-governamentais, ambientalistas e população simpatizante em geral, com diversos atos realizados mundo afora. 

No Brasil, como consequência disso, foi criada a Semana Nacional do Meio Ambiente. Dessa forma, constitui um período de elaboração de ações que convidam as pessoas a refletirem a utilização responsável dos recursos naturais. Além disso, sobre o respeito ao meio ambiente.

Entre os dias 3 de maio e 5 de junho, foram identificadas 94.675 menções. Sendo que, no dia 05 de junho registrou-se um pico de 27.825 menções.

Neste período, as pautas mais relevantes foram medidas adotadas pelo governo Bolsonaro, bem como à situação das florestas, saneamento básico e poluição.

Imagem 1: Gráfico de Publicações no Tempo War-Room STILINGUE meio ambiente
Imagem 1: Gráfico de Publicações no Tempo War-Room STILINGUE

AS REDES SOCIAIS, PORTAIS E BLOGS EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE

Os canais onde constam os maiores índices de falantes do assunto foram o Instagram, que registrou 24.304 de publicações (29% do total), seguidos pelo Twitter com 19.991 (23%) e pelos Portais com 17.094 (20,1%), consolidando o top 3 de publicadores.

Imagem 2: Gráfico de Distribuição por Canais War-Room STILINGUE. meio ambiente
Imagem 2: Gráfico de Distribuição por Canais War-Room STILINGUE.

Os homens representam a maioria dos publicadores com aproximadamente 38%. Organizações seguem com 37% e mulheres com 25%. 

Imagem 3: Gráfico de Distribuição por Gênero War-Room STILINGUE. meio ambiente
Imagem 3: Gráfico de Distribuição por Gênero War-Room STILINGUE.

Em relação ao tema das publicações coletadas, os 5 mais recorrentes são: EducaçãoSustentabilidadeAterro SanitárioÁgua Reciclagem.

Já as personalidades ou instituições mais citadas são o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o presidente Bolsonaro e a Organização das Nações Unidas (ONU).

Imagem 4: Gráfico de Distribuição por Temas War-Room STILINGUE meio ambiente
Imagem 4: Gráfico de Distribuição por Temas War-Room STILINGUE

Nota-se, então, a predominância de duas abordagens principais: temas políticos e educativos.

MEIO AMBIENTE X POLÍTICA

Durante a corrida eleitoral de 2018, muito especulava-se sobre mudanças significativas no planejamento dos ministérios nacionais.

Com a ascensão de Jair Bolsonaro à Presidência da República, e a consequente nomeação de Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente, as especulações se concretizaram. Isto levou a comunidade nacional a se posicionar também através da internet.

Anúncios de cortes e diante do chamado “desmonte ambiental“, os internautas criticam duramente o retrocesso administrativo promovido por Salles e com aval de Bolsonaro.

O ápice de publicações relacionadas a esse tema, aconteceu no dia 28 de maio. Nesta data, foi alterada de 96 para 22 a quantidade de cadeiras no plenário do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Tal fato, em tese, diminui a influência de ONGs e ambientalistas e consolida a força do governo.

Na mesma ocasião, Salles indicou Joaquim Pereira Leite, um ruralista, ao cargo de Secretário de Florestas e Desenvolvimento Sustentável, para cuidar das florestas do país.

Nestes casos, predominam as publicações classificadas com sentimento negativo, visto que grande parte delas são feitas por perfis de posicionamento político contrário ao atual governo. Marcelino Galo (Deputado Estadual da Bahia, filiado ao PT) e Marina Silva (política e ambientalista) figurando entre os principais influenciadores do tema, bem como perfis de organizações de cooperação ligadas a causas sociais, ambientais e culturais, como a ONU e o Museu do Amanhã.

Imagem 5: Ranking de Influenciadores AAA War-Room STILINGUE meio ambiente
Imagem 5: Ranking de Influenciadores AAA War-Room STILINGUE

O DIA 5 DE JUNHO VIVENCIADO NO BRASIL

Assim sendo, intervenções, exposições, exibição de documentários, shows e diversas outras ações fazem parte dos planos dos internautas para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Casa Natural Musical, em São Paulo, abrigou o show “Demarcação Urgente”, com a participação de artistas como Chico César, Céu e Letícia Sabatella, chamando a atenção para a importância da demarcação de terras para a preservação do meio ambiente. 

Já o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, exibiu o documentário “Amazônia: o Despertar da Florestania”, seguido por um bate papo com Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, diretores do filme, além do jornalista Paulo Adário, Herói da floresta da ONU. 

São dois exemplos de atividades programadas de cunho educativo, deixando claro que os brasileiros apostam na educação como fator atrativo para o processo de conscientização e salvamento do meio ambiente. 

Dentre os principais publicadores do dia, estão o presidente Bolsonaro; o deputado, ambientalista e protetor animal, Noraldino Júnior; o jornalista especializado em jornalismo ambiental, André Trigueiro, além da página Quebrando Tabu, uma das mais influentes da internet brasileira.

Imagem 6: Principais publicadores - Visão Geral War-Room STILINGUE
Imagem 6: Principais publicadores – Visão Geral War-Room STILINGUE

O QUE OS BRASILEIROS FALAM NA INTERNET SOBRE O DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE?

Imagem 7 : Gráfico Termos Relacionados da STILINGUE WAR-ROOM
Imagem 7 : Gráfico Termos Relacionados da STILINGUE WAR-ROOM

É possível observar que termos como “Meio Ambiente”, “Presidente”, “Dia do Meio Ambiente” e  “Atitudes” se destacaram nas publicações coletadas. São termos diretamente ligados ao Dia Mundial do Meio Ambiente e às reflexões politico-sociais que o tema provoca. Sobretudo, diante das medidas políticas adotadas recentemente no Brasil em relação ao Meio Ambiente.

A aceleração elevada do termo “5 de junho“, sugeriu o agendamento da comunidade virtual para os atos comemorativos programados para a data, bem como para o simbolismo de se intensificar as conversas sobre o assunto na data especialmente destinada a ele.

Certamente, o desenvolvimento econômico proporcionado pela exploração dos recursos naturais contribui para os desenvolvimento das sociedades no decorrer da história. Porém é preciso pensar no que deixaremos para as gerações futuras, visto que os recursos naturais são finitos. Assim, a exploração desgovernada destes um dia poderá findá-los de uma vez por todas.

Essa preocupação não gira somente em torno da economia. Mas principalmente em torno da qualidade da vida humana e dos demais seres vivos, que será gradualmente prejudicada à medida que se tornar mais difícil a manutenção de nossas atividades vitais. Isto porque precisamos de terra fértil para cultivar alimentos, ar puro para respirarmos e da água, elemento que é a origem da vida.

Autor

Hiago é ouro-pretano, graduado em Comunicação Social com ênfase em jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto. Durante sua carreira profissional, adquiriu experiências trabalhando em assessoria de comunicação, jornalismo político, produção de obras audiovisuais e eventos e atualmente integra o time de Atendimento ao Cliente da Stilingue. É fã de vôlei e concursos de miss.

Escreva um comentário