Junho chegou com o friozinho, e juntos trouxeram a vontade de reunir a família e amigos para curtir uma comida caipira e tomar um quentão em frente a uma fogueira. Entretanto, fica uma dúvida no ar: e as nossas amadas festas juninas na quarentena? 

Para não perder essa celebração tão tradicional do Brasil, a opção é se adaptar ao novo normal. O “isolamento social forçado” mudou a forma que interagimos em eventos ao vivo. A era das lives chegará aos arraiais com atividades virtuais como shows, aulas gastronômicas, quadrilhas de dança, e outras brincadeiras. Até os restaurantes com serviços de delivery, irão atualizar seus menus para levar ao seu lar pratos típicos de festa junina.

Neste estudo, procuramos entender um pouco melhor as conversas, da vontade do público em ir as quermesses juninas, ao impacto no setor varejista. Alguns dados relevantes foram encontrados com o Radar da Stilingue.

O que estão falando sobre as festas juninas?

No gráfico abaixo podemos entender as principais narrativas que cercam o tema. Entre os assuntos, identificamos a tristeza das pessoas com a possibilidade do mês de Junho de 2020 sem as celebrações, com os termos Junho Sem Festa Junina, Triste e Pandemia.   

Imagem 1: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE festas juninas isolamento social
Imagem 1: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE

Ao olhar para a sentimentalização dessas conversas, identificamos que 63% da audiência nos últimos 30 dias falam negativamente sobre o assunto. Por outro lado, tivemos 37% das pessoas com interações positivas como mostra o gráfico abaixo.

Imagem 2: Gráfico de distribuição por sentimento do RADAR STILINGUE festas juninas isolamento social
Imagem 2: Gráfico de distribuição por sentimento do RADAR STILINGUE

Interações Positivas

Dentre as pessoas que falaram bem, as lives e ações em casa são uma alternativa para festejar a ocasião. Como se pode ver nos posts coletados abaixo.

Interações Negativas

Já as conversas com sentimentalização negativa, mostraram a frustração de não poder curtir a festa devido à restrição de multidões em lugares públicos. Apesar disso, o tom das publicações se mantém descontraído. 

Arraial virtual será a solução?

Felizmente, a programação online já começou em algumas cidades do Brasil para quem não quer perder a festança. Eventos tradicionais foram convertidos em comemorações à distância como podemos ver nos posts em destaque.

E o varejo durante as festas juninas?

Apesar do esforço de virtualizar os eventos, o mercado varejista continuará sofrendo os efeitos da pandemia. Mesmo com aumento do interesse em produtos típicos dessa época do ano, o leve crescimento de vendas não se igualará ao ano passado de acordo com a Apas (Associação Paulista de Supermercados).

Comidas Típicas

Durante os preparativos na quarentena, a canjica, o milho e a paçoca são os alimentos que mais geram interesse entre os consumidores.  No gráfico de Termos Relacionados, também é possível ver outros pratos gastronômicos. A presença de alimentos caseiros na análise, pode indicar a vontade de criar receitas artesanais e a comemoração com seus familiares em casa, palavra presente no gráfico junto com pais e mãe.

Imagem 3: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE festas juninas isolamento social
Imagem 3: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE

Entre os posts publicados o assunto kit festa junina apareceu como um tópico interessante, por isso ele foi incluído na análise abaixo. 

Imagem 4: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE festas juninas isolamento social
Imagem 4: Gráfico de termos relacionados do RADAR STILINGUE

As publicações refletem como a criação de pacotes festivos oferece praticidade e alegria aos clientes. Além disso, essa opção alternativa traz aos empreendedores a ajuda tão necessária aos seus estabelecimentos.  

O público reagiu bem à novidade, e mostrou interesse em comprar essas guloseimas personalizadas, como mostra os comentários coletados. 

A criatividade brasileira é testada a todo momento e sempre surpreende. Durante a atual pandemia do COVID-19, as pessoas estão buscando alternativas de se divertir, comprar, e manter seus negócios funcionando. Nosso estudo destaca algumas ações e o interesse da audiência nesta data comemorativa durante o isolamento social. 

Agora separe seu chapéu de palha, sua roupa xadrez, seu kit junino e aproveite em casa o seu quentão.

Autor

Fernando Louro é formado em Jornalismo com experiência em comunicação e marketing digital. Desde 2010 no mercado, trabalhou em empresas de mídia impressa, portais de notícias e tecnologia. Atuou como Redator, Editor de Conteúdo, CM e Especialista em Mídia programática. Na Stilingue, trabalha com produção de conteúdo, capacitação de clientes, e com criação de estratégias para diversos segmentos.

Escreva um comentário