Quem nunca ficou animado para assistir o lançamento de um filme? Apesar da maioria dos cinemas estar fechado durante a pandemia, o interesse em assistir conteúdos inéditos não diminuiu. Mais do que nunca, as distribuidoras precisam de novos insights para o planejamento das estréias. Ações de divulgação na internet, como as lives de pré-estreias, trailers, e propagandas em canais sociais podem elevar a audiência e garantir sucessos de bilheteria. Entretanto, ficar atento aos interesses e engajamento das pessoas nas mídias digitais pode fazer toda a diferença em sua estratégia.

No mundo atual, plataformas de streaming tem revolucionado a forma que as pessoas consomem e se relacionam com os meios de entretenimento. Consequentemente, as distribuidoras precisam se adaptar a essa nova realidade.

A Netflix se destaca como o principal player nesse segmento com faturamento bilionário e mais 30 milhões de assinantes na América Latina. Gigantes como Apple, Amazon, e Disney já se preparam para abocanhar uma fatia grande desse universo. A Warner, por exemplo, já lançou a sua plataforma HBO Max nos Estados Unidos com um acervo recheado de conteúdo exclusivo, o que inclui a popular saga Harry Potter.

Os serviços de streaming facilitam o consumo de conteúdo, devido a praticidade de assistir grandes lançamentos no conforto do seu sofá. Além disso, com o isolamento social o  número de pessoas em busca de entretenimento em casa aumentou. 

Neste contexto, você já se perguntou em como direcionar o lançamento de um filme? Ou quais estratégias usar para encontrar o público ideal para uma estréia em cinema, VoD ou plataformas de streaming

Pensando nesse mercado, realizamos uma pesquisa sobre as principais distribuidoras de filmes do Brasil para entender quais temas, canais, e perfis geram um maior buzz.

Pegue a pipoca, sua bebida favorita, e veja o que Stilingue preparou para você!

Dados Gerais

Entre os dias 01/05/2020 e 01/06/2020 foram analisadas cerca de 510 mil publicações com referências a este universo. Dentre as quais, separamos alguns destaques em nossa análise. 

Canais

Nas primeiras posições, duas redes sociais se destacaram em nossa análise. Ao começar explorar este território, uma voz autêntica e criativa é a chave para uma boa estratégia de marketing. 

Imagem 1: Gráfico de distribuição de canais do WAR-ROOM STILINGUE

O Twitter centralizou mais da metade das publicações coletadas com (56%). Ao publicar uma sequência de tweets é possível criar threads, contar histórias e despertar o interesse da audiência. Ao planejar seu lançamento, ser um bom ‘storyteller’ pode aumentar o engajamento e estreitar o relacionamento com o cliente.  

Os comentários do Facebook (44%) em segundo lugar indicam que um bom trabalho de Community Management pode alavancar a estratégia do lançamento de um filme. Dentre as possibilidades, ações como concursos culturais ou até o selo de superfan podem aumentar as interações na página.

Entregar conteúdo original e descontraído ao seu público alvo faz toda a diferença na hora criar uma comunicação assertiva nas mídias sociais. 

Distribuição por gênero

Entre as principais publicações, o público feminino engajou mais nas conversas (62%) do que o público masculino (38%). 

Imagem 2: Gráfico de distribuição por Gênero do WAR-ROOM STILINGUE

Uma vez identificada sua audiência é possível entender melhor quais termos dominaram nessas interações. 

Imagem 3: Gráfico de Termos Correlacionados do WAR-ROOM STILINGUE.

Dentre as narrativas feitas pelas mulheres e que cercam o termo ‘Filmes’ em evidência na cor laranja, podemos identificar alguns outros interesses. Como é o caso do termo Snydercut, sobre a edição do diretor Zack Snyder do filme Liga da Justiça que será uma das principais atrações da HBO Max, plataforma de streaming da Warner Bros.

Outro assunto discutido dentro desse cenário, é a produção do audiovisual com termos sobre Tutoriais de Cenas, Roteiro e Videomaker o que aponta um grande interesse de mulheres nesse mercado. 

Temas em destaque

A pandemia e o isolamento social aumentaram exponencialmente o consumo de conteúdo em Plataformas de Streaming. Esse assunto foi abordado em 85 % de todo conteúdo coletado no mês de maio (mais de 152 mil publicações). Além disso, podemos destacar o interesse das pessoas em Lançamentos com 19 mil publicações (11%), seguido por Elogios (7,30%) e Críticas (5,64%).

Imagem 4: Gráfico de Distribuição por Grupos do WAR-ROOM STILINGUE.

*A porcentagem de publicações pode não somar 100% pois é possível que haja sobreposição de grupos/temas em uma mesma publicação.

Empresas mais citadas

O tema Streaming também destacou-se entre as principais produtoras. A Netflix aparece em primeiro lugar com 76 mil publicações (72,24%), seguida pela Amazon com 23 mil (21,71%). Neste território, gigantes do entretenimento como Warner (6,75%), HBO (5,82%), Sony Pictures (3,03%) tiveram um engajamento menor. Isso pode indicar o motivo pelo qual essas provedoras estão investindo em plataformas digitais como o futuro lançamento da HBO Max. 

Imagem 5: Gráfico de Distribuição por Grupos do WAR-ROOM STILINGUE.

*A porcentagem de publicações pode não somar 100% pois é possível que haja sobreposição de grupos/temas em uma mesma publicação.

Quem Fala?

Encontrar influenciadores relevantes para o segmento é uma tarefa difícil, porém, necessária. Segundo a metodologia AAA de influência combinamos o Alcance das publicações, a Atratividade com o conteúdo, e a Afinidade com a pesquisa de variados perfis que aparecem em nosso estudo. Entre o mês de maio e junho de 2020 alguns perfis se destacaram como mostra a imagem abaixo.  

Imagem 6: Gráfico de Influenciadores Ranking AAA do WAR-ROOM STILINGUE

Perfis de portais do segmento como Omelete, AdoroCinema e CinePOP marcaram presença no nosso top 10. Outros perfis interessantes são os que criam conteúdo focado em super heróis como é o caso de Legião dos Heróis e Nerd Land. Assim, existem influenciadores no universo geek que podem ser potenciais parceiros de campanhas do mundo cinematográfico.  

Distribuidoras

Imagem 7:Gráfico de Termos Correlacionados do WAR-ROOM STILINGUE
Como ler o gráfico: os termos do centro são os mais conectados com a comunidade, mas suas extremidades contam diferentes histórias. Já o tamanho dos círculos indicam a relevância dos assuntos nas discussões.

O termo Warner mostra o interesse no filme do Superman e no ator Henry Cavill, protagonista das últimas versões. Assunto muito comentado devido a possível volta do ator para a vestir o uniforme do herói.

Em outro destaque, Paris Filmes aparece com os termos Cinemas, Pandemia e Negócio dos Exibidores. Ao clicar na palavra, é possível entender qual o contexto do que as pessoas estão falando. Pensando no isolamento social, a empresa fez uma parceria com a Downtown, para exibir 180 longas-metragens nas redes de cinema assim que as salas voltarem a funcionar.

Cinemas 

Imagem 8: Gráfico de Termos Correlacionados do WAR-ROOM STILINGUE
Como ler o gráfico: os termos do centro são os mais conectados com a comunidade, mas suas extremidades contam diferentes histórias. Já o tamanho dos círculos indicam a relevância dos assuntos nas discussões.

Ao colocarmos o termo Cinemas no centro da análise, constata-se que o assunto está em alta no momento devido a incerteza da reabertura das salas por causa da Pandemia. Com isso, outros assuntos aparecem dentro desse universo como Estreia, Filmes e Video on Demand. Essas informações apontam um caminho para as distribuidoras direcionarem seus lançamentos, enquanto as salas se encontram fechadas diante deste cenário.

Considerações Finais

O setor vive hoje um cenário digno de filme-catástrofe, grandes produções interrompidas, estreias adiadas, grandes premiações próximas de ser canceladas, a pandemia mundial chegou desestabilizando toda a indústria cinematográfica.  

Plataformas de streaming que há alguns anos chegaram fazendo barulho, tendem a ganhar ainda mais espaço. Netflix a mais consolidada atualmente faz parte da rotina de boa parte da população mundial. Amazon Prime aos poucos conquista seu espaço, e algumas outras como Apple e HBO ainda buscam seu lugar ao sol nesse segmento.

Com um futuro incerto e conversas apontando para novos caminhos, fazer um acompanhamento de perto e entender a voz das pessoas é uma pauta obrigatória para o segmento. Com isso novos modelos de negócios e ideias criativas podem surgir diante do novo normal. 

Autor

Fernando Louro é formado em Jornalismo com experiência em comunicação e marketing digital. Desde 2010 no mercado, trabalhou em empresas de mídia impressa, portais de notícias e tecnologia. Atuou como Redator, Editor de Conteúdo, CM e Especialista em Mídia programática. Na Stilingue, trabalha com produção de conteúdo, capacitação de clientes, e com criação de estratégias para diversos segmentos.

Escreva um comentário