Você sabia que as primeiras produções de cerveja tiveram início a cerca de 5500 anos atrás na antiga Estrada da Seda nas Montanhas Zagros, onde é hoje o Irã Ocidental? Mas foi no período que começou no século V depois de Cristo, e que se estendeu até o século XVI que a produção de cerveja se expandiu. Nessa época a cerveja era produzida, em sua maior parte, por monges e era consumida por viajantes e pelos próprios monges.


No Brasil, as primeiras produções da bebida são do século XVII, mas foi somente no século XIX que a cerveja passou a ser amplamente fabricada em nosso país. Neste século, temos o surgimento de cervejarias que estão em atividade até os dias de hoje e são gigantes desse mercado, como a Bohemia, Cia Cervejaria Brahma e a Antártica.
De lá pra cá muita coisa mudou, vimos a ascensão de diversos rótulos, crescimento das cervejas artesanais e a globalização de marcas brasileiras. 


Que o brasileiro ama consumir cerveja, todo mundo sabe, mas como temos consumido? E como falamos sobre esse assunto na internet?
Essa pesquisa buscará responder a essas perguntas, contando com o apoio da plataforma STILINGUE, cujos dados foram coletados de janeiro de 2021 até outubro do mesmo ano, e serviram de base para a análise do mercado cervejeiro.

Análise Geral

No período analisado, foram coletadas 1717921 publicações.

É possível observar, a partir do Gráfico de Publicações no Tempo, que o número de menções sobre Cerveja mantêm uma regularidade ao longo do tempo, chamando a atenção para três datas que se destacam com picos em relação ao volume de publicação: os  dias 26/06/21, 06/08/21 e 20/08/21. Por que esses picos ocorreram e o que as pessoas falaram nesses dias?



Gráfico publicações no tempo do War-Room STILINGUE


Começando pelos termos de destaque do dia 26/06, temos chopp, churrasco e delivery. Também existem fortes menções a marcas, como Heineken, Ifood e Brahma, onde tivemos a trend BRAHMA NO SAFARI. Esse foi um Trending Topics do Twitter iniciado pelo fandom das influenciadoras Gizelly Bicalho e Rafa Kalimann, carionhasamente apelidadas de “girafas” pelos fãs. O próprio fandom começou com a trend associando safari com o apelido dado às duas influenciadoras, como podemos ver nesse tweet de um perfil de fãs. A Trend cresceu e o perfil da Brahma questionou porque estava nos trends topics. Um ótimo exemplo do poder da internet em gerar repercussão de forma espontânea e orgânica.




Gráfico de termos relacionados do War-Room da STILINGUE


Já o dia 06/08 é o dia internacional da cerveja e isso é refletido nas publicações coletadas nesta data. Dia da cerveja, dia internacional e dia internacional da cerveja estão entre os termos com maior destaque. Vemos o termo cerveja artesanal ganhando relevância, mostrando o interesse do brasileiro por esse segmento da bebida. E há também menção ao dia dos pais, tendo a cerveja como um possível presente.




Gráfico de termos relacionados do War-Room da STILINGUE



Por fim, no dia 20/08 temos o maior pico do ano que esteve relacionado à campanha SARAH COM BRAHMA, sendo os termos relacionados mais citados Brahma e Cerveja. Essa foi uma campanha realizada com a ex-participante do programa da Rede Globo, Big Brother Brasil 21, Sarah. Mesmo meses após o fim do programa Sarah foi escolhida como a nova embaixadora da Brahma.


Qual o sentimento do público ao falar de cerveja?


O sentimento dos consumidores é predominantemente positivo, ocupando 44% das publicações. Já o sentimento negativo tem a menor representatividade nas publicações, com apenas 22%. Pelo visto, o brasileiro é mais feliz quando fala de cerveja!





Gráfico distribuição por sentimentos do War-Room da STILINGUE



Termos mais frequentes na pesquisa

No gráfico de Distribuição por Termos, podemos ver algumas marcas como Brahma, Heineken e Skol. Também vemos que as cervejas artesanais chamam a atenção dos consumidores. Outro fator de destaque nas publicações é como a cerveja está presente nos momentos do brasileiro, uma vez que termos como churrasco, amigos e bar estão presentes.




Gráfico distribuição por termos do War-Room da STILINGUE


Pensando especificamente na experiência do consumidor e nos momentos que esses consumidores apreciam vivenciar consumindo cerveja, podemos investigar mais a fundo quais são esses momentos. Podemos ver citações a praia, bar, churrasco, sol, festa e futebol, afinal, o brasileiro ama se divertir acompanhado de um bom copo de cerveja.



Gráfico distribuição por temas do War-Room da STILINGUE


Levando em conta que o brasileiro aproveita diversos momentos de lazer junto a uma cervejinha, onde mais a bebida é citada?

O gráfico abaixo nos mostra que cerveja está relacionada a alguns ambientes, como: gastronomia, hamburgueria, churrascaria, barzinho, postagem com amigos e música ao vivo.


E também há menções ao fato de se estudar sobre cerveja, sobre consumir conteúdo sobre o assunto, evidenciado por termos como: beergeek (entusiastas do estudo cerveja) e craftbeer (que é o movimento de cervejas artesanais).


Gráfico de termos correlacionados do War-Room da STILINGUE


E olhando atentamente para as citações de marcas vemos diversos rótulos como: Brahma, Heineken, Skol, Bohemia, Stella Artois, Antártica, Corona, Eisenbahn e Budweiser. Com forte predominância  da AMBEV e também  do grupo

Heineken.
Importante destacar que o termo Corona se refere a cerveja que leva esse nome, já que foram coletadas apenas publicações relacionadas ao contexto do mercado de cerveja.



Gráfico distribuição por grupos do War-Room da STILINGUE

Como o público masculino e feminino falam sobre o assunto?

Se há alguém que ainda acredita que os homens falam mais sobre cerveja que as mulheres, vemos nessa pesquisa que isso não é, necessariamente, verdade. Voltando a analisar as publicações como um todo, é possível ver que o público feminino produziu mais conteúdo sobre o assunto que o público masculino. Vamos ver se há alguma diferença nos principais termos de cada gênero?




Gráfico distribuição por gênero do War-Room da STILINGUE



Entre os termos que as mulheres mais falam, temos algumas marcas e produtos como a Brahma, Heineken e Skol Beats. Além disso, há também uma ligação entre cerveja e esportes, com os termos NFL e Fox Sports. E, claro, citações a infame ressaca.




Gráfico termos relacionados do War-Room da STILINGUE



Já os homens falam mais sobre marcas, como: Heineken, Brahma e Zé Delivery (o aplicativo da Ambev que vem fazendo sucesso nos últimos tempos).




Gráfico termos relacionados do War-Room da STILINGUE


Como homens e mulheres se diferem em relação aos termos citados? 

Pensando na diferença de termos mais citados sobre os homens e mulheres, vamos nos aprofundar um pouco nesse assunto.
No gráfico abaixo, temos os termos mais citados pelas mulheres, à esquerda e os mais citados pelos homens, à direita.



Gráfico duelo de termos War-Room da STILINGUE



Skol Beats é sucesso absoluto entre as mulheres e aqui também podemos ver as campanhas que citamos anteriormente: Brahma no Safari, Sarah com Brahma e signos, relacionado a Skol Beats Zodiacs – linha da cerveja inspirada nos elementos do zodíaco.


Já os termos citados predominantemente pelos consumidores do público masculino são: Chopp, picanha, amigos e futebol. Temos também citações a times de futebol, como Cruzeiro e Corinthians. E algumas marcas de cerveja, entre elas a Kaiser, Amstel e Budweiser.



Gráfico duelo de termos War-Room da STILINGUE


Entre os termos que possuem citações por ambos os públicos, temos Brahma bem ao centro, mostrando ser uma opção para todos,enquanto sol, churrasco e a Heineken são termos em comum nas publicações de homens e mulheres. Vale destacar a popularidade do litrão e do latão que são citados junto com o rótulo Brahma.





Considerações Finais

Podemos ver que quando se trata de cerveja, os comportamentos são diversos. O brasileiro associa cerveja a bons momentos e locais de lazer do dia a dia, então vemos citações a praia, bares, amigos, churrasco e futebol. Além disso, vimos que ao contrário do imaginário popular, as mulheres estão falando sobre cerveja mais que os homens e vemos que há rótulos que fazem campanhas voltadas especificamente para esse público. 

Podemos acompanhar também uma presença do delivery entre os termos citados, cabendo ressaltar que a modalidade foi impulsionada pelo confinamento causado pela pandemia de Covid-19 e que pode ser ainda muito explorada pelos consumidores e pelos usuários que proporcionam o serviço de entrega de bebidas em casa. Seja onde for e como for, ninguém pode negar que o brasileiro gosta de cerveja e que esse é um mercado que sempre pode ser expandido. 

Autor

Tenho 28 anos, nascido em Goiânia - GO, sou formado em Engenharia de Controle e Automação, trabalhei em indústrias metalúrgicas no Brasil e na Alemanha. Em 2019 decidi levar minha carreira para um outro rumo: deixo de lado as grandes indústrias e passo a me aventurar no mundo da tecnologia. Acredito que nunca é tarde para se reinventar e trabalho sempre tentando convergir visões. Hoje trabalho ajudando e encantando o cliente.

Escreva um comentário