Analisar e acompanhar concorrência é há anos uma das práticas mais conhecidas e aplicadas no Marketing Digital. Recentemente, na Era do Customer Centric, cresce a discussão sobre eficiência e intenção em aplicar a metodologia. Mesmo com o debate, é indiscutível que avaliar em que os concorrentes de mercado estão atuando poderá trazer muitos insumos para sua operação, desde conteúdo e atendimento, até inovação e produtos. Por isso, entenda aqui como aplicar a análise de concorrência no universo de Social Listening, quais benefícios e, claro, dicas e exemplos práticos.

Análise de concorrência 

Acompanhar os concorrentes é uma das formas de potencializar esforços e trazer inspirações para a marca.

Ela pode ter objetivos mais práticos e comparativos como contabilizar share of voice, entender resultados de campanhas, avaliar ROI, identificar melhores horários para postagens; ou pode ainda ter caráter aspiracional e inspiracional, por meio do acompanhamento de marcas com melhores práticas, ações ideais e avaliações sobre Produtos.

Benchmarking e Social Listening

Dessa forma, o Social Listening aparece como uma das fontes de dados para essa avaliação.

Com o crescente e recorrente uso das redes sociais, a escuta de dados públicos destes meios torna-se uma opção cada vez mais frequente em operações de todos os tamanhos.

Ele permitirá, por exemplo, cruzar dados proprietários de marcas do mesmo segmento com a percepção do público, por meio de publicações espontâneas, compartilhadas por usuários comuns das redes.

Imagine então que uma prática comum do setor de Moda fosse compartilhar looks de catálogos de lançamentos das campanhas. E os principais players do mercado adotassem essa estratégia de comunicação nas redes sociais. Uma análise de comportamento poderia identificar, por exemplo, que quando uma destas empresas compartilhou sugestões de looks de microinfluenciadoras no lugar dos catálogos, os resultados de engajamento foram superiores.

Este tipo de análise só é possível com a estruturação de um monitoramento de redes sociais voltado para benchmarking.

Por quê?

Com uma análise de concorrência aplicada no dia a dia, será possível, por exemplo:

  • Entender pontos fortes e fracos do mercado
  • Metrificar share of voice
  • Identificar tendências do setor
  • Feedbacks para produtos
  • Comparar resultados quantitativos, como métricas de engajamento, seguidores, alcance, etc.
  • Avaliar retorno de investimento
  • Analisar linhas editoriais, tom de voz e tipos de conteúdos
  • Gerar insights e desenvolver novas estratégias para diferentes áreas 
  • Trazer insumos para atendimento ao cliente
  • Compreender melhores horários para postagens
  • Etc,

Passo a passo

Para iniciar um monitoramento focado na análise de concorrência atente-se ao seguinte passo a passo:

  1. Identifique o objetivo do monitoramento: gostaria de registrar share of voice do mercado, ou meu intuito é trazer insumos para o time de comunicação de redes sociais ou ainda como trazer inovação para área de P&D.
  2. Liste as marcas que serão analisadas.
  3. Sete as palavras-chave em uma ferramenta de Social Listening para trazer agilidade, confiabilidade e profundidade para suas análises.
  4. Acompanhe os resultados considerando os KPIs do negócio.
  5. Mantenha o fluxo retroalimentado.

Entregas e relatorias

Para auxiliar sua equipe, o time de Education da STILINGUE produziu um modelo de relatório de Análise de Concorrência com foco em dados oriundos do Social Listening.

Confira dicas de como utilizar os gráficos do War-Room STILINGUE e como incrementar suas análises através de social benchmarking.

Autor

Guilherme Fantinatti é formando de Relações Internacionais pela Anhembi Morumbi e extensão em UX Experience pela PUC-SP. Já trabalhou na área de experiência do cliente no Nubank, Udacity e Wildlife Studios. Na Stilingue, trabalha com produção de conteúdo, capacitação de clientes e criação de estratégias para marcas de diversos segmentos. É Gay e militante da causa LGBTQ+.

Escreva um comentário