Hoje vamos dividir com vocês algumas curiosidades sobre a STILINGUE.

Aprendizado está no nosso DNA

Sabia que nosso produto teve origem em um projeto de universidade? A nossa história começou em 2013, com o lançamento do aplicativo BraSum (Sumarização Brasileira) que resumia automaticamente as notícias dos principais portais da internet. O BraSum foi projeto de monografia do Milton Stiilpen e, mais tarde, projeto de mestrado do Milton Stiilpen e do Brayan Neves na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Minas Gerais. 


Em 2014, os dois mestrandos decidiram levar o aplicativo para a Campus Party, em São Paulo, com o intuito de encontrar um mentor para o projeto. Foi aí que conheceram o nosso CEO, Rodrigo Helcer.


Depois de muitos encontros, conversas e estudos, os três criaram a plataforma STILINGUE com inteligência artificial (IA) orgulhosamente brasileira que escuta, resume e prioriza a voz do cliente em um só lugar. 

Na foto: Brayan, Milton e Rodrigo, os fundadores da STILINGUE

Por quê o nome STILINGUE?

A inspiração do nome STILINGUE vem da analogia à arma simples de arremesso chamada “estilingue”, que com uma simples pedra derrubou o “Big” Golias. Isso em uma época que se falava em Big Data (essa era a palavra da “moda”, pouco se falava em “IA” = inteligência artificial). E cujas discussões nas editorias de negócio gravitavam em torno do desafio de  acessar  e  decidir  sobre  essa  grande  quantidade  de dados com simplicidade. 

Até  aqui,  o  nome  poderia  ser  ESTILINGUE,  mas com o “S” mudo ficaria mais único. Mais tarde chegaríamos ainda em um acrônimo super pertinente: SÁBIAS TECNOLOGIAS DE IMAGEM E LINGUAGEM.

Somos Corujas

Aqui na STILINGUE coruja é o apelido que damos a todas as pessoas do  nosso time. 

A Coruja surgiu antes do nome STILINGUE. O BraSum,  aplicativo  que  originou  a  nossa plataforma,  tinha  uma Coruja como logo. Além  disso,  no início, os  três  fundadores  faziam  reuniões bem tarde, no horário “Corujão”, porque Milton e  Brayan estavam  iniciando  o  mestrado  e  Rodrigo  equilibrava outros negócios em paralelo. Eles também gostavam da Coruja por simbolizar sabedoria e por sua visão bastante ampla.


Isso faz muito sentido e é ressaltado no Algoritmo Coruja, nosso Código de Cultura, onde entre os 7 valores da Coruja estão:

  • Curiosidade: Explorar novas soluções. Ter desejo por conhecimento e informação. Gostar de fazer questionamentos, hipóteses, pesquisas e análises para ampliar a visão. 
  • Autoconhecimento: Valorizar o caminho do autoconhecimento profissional e as ferramentas que a STILINGUE lhe oferece para uma jornada de crescimento interno como um melhor profissional e ser humano.

O ninho unido

Chamamos a nossa empresa de Ninho. No nosso Algoritmo Coruja destacamos que o maior risco de trabalhar com tech é de esquecer das pessoas. Buscamos um ninho acolhedor, preocupado genuinamente com pessoas e um ambiente de trabalho com segurança psicológica, aberto ao aprendizado através do erro e autoconhecimento. Sabemos que trabalhar em uma scale up é desafiador, acelerado e por vezes estressante por ser um ambiente de mudanças constantes. Se o trabalho é desafiador, é importante olhar para o lado e contar com pessoas que você confia e que lhe dão suporte, gerando o sentimento de “ninho unido”.

Em Julho de 2021, o que já sabíamos foi certificado: nos tornamos uma empresa certificada Great Place to Work, ou seja, um Great Ninho to Work.


Nosso QG é Brasil

Desde o início fomos uma empresa multi sedes, com 2 dos fundadores em Ouro Preto e um em São Paulo. No início, muitas discussões da empresa eram feitas por email, o que mostra que o trabalho remoto está nas nossas origens.

Antes da pandemia, já tínhamos escritórios em Ouro Preto e São Paulo, e cerca de 20 pessoas trabalhando de maneira remota. Após, já nos adaptamos ao remoto e esse é o cenário de habitat das corujas. Entendemos que o trabalho remoto dá maior flexibilidade para que as corujas possam residir onde quiserem, proporciona mais qualidade de vida, além de nos dar acesso a uma maior diversidade de talentos. 

A STILINGUE em 2019 e em 2021.

Pessoas e Negócio têm a mesma prioridade

Em 2020 fechamos um ciclo de 3 anos de planejamento estratégico e iniciamos o plano dos próximos 3 anos. O plano de 2021 a 2023 da STILINGUE faz parte da nossa tese de crescimento e é ajustado a cada ano, porém mostra no médio prazo onde queremos chegar.  O plano é audacioso e desafiador, como é natural no contexto de scale ups e empresas em crescimento acelerado.

Desde o início, a STILINGUE sempre entendeu pessoas e resultados com a mesma importância. Negócio e pessoas são duas alavancas de crescimento e precisam estar em equilíbrio. Isso é parte do que acreditamos, visto que, como instituição, você pode gerar planos audaciosos e ter impacto negativo nas pessoas. Não queríamos apresentar ao time nossas diretrizes com a frase comum de que “pessoas estão na base e estão por trás de todo esse plano”. Quando falamos em priorização, sempre olharemos para as diretrizes estratégicas para a tomada de decisões difíceis.

Por isso, nosso plano de escalada conta com 4 diretrizes/alavancas estratégicas. A quarta diretriz do plano estratégico é “Crescimento sustentável atrelado ao desenvolvimento e bem-estar das corujas”. Entendemos que só seremos grandes e teremos uma história que dá orgulho de contar se nosso time se desenvolver e tiver um ambiente acolhedor, que promova segurança psicológica durante esse crescimento. Isso não quer dizer que não teremos momentos difíceis na jornada, mas sim que teremos foco e iniciativas para acolher e apoiar nossa equipe.

E aí, curtiu conhecer um pouco mais sobre a gente? Caso você tenha interesse nas nossas oportunidades, no dia 23/08/2021 iremos “abrir as portas” (de maneira online) do ninho em um evento virtual. Você será mais que bem-vindo(a)! Para participar é só se inscrever aqui.

Autor

Psicóloga por formação, atualmente cursando pós graduação em Psicologia Positiva e Bem-Estar pela PUCRS. Acredita que quando as pessoas encontram o local que potencializa os seus talentos, elas são capazes de realizações incríveis. Em sua carreira, já atuou na AIESEC com desenvolvimento de liderança jovem no Brasil e no Egito. Encontrou sua carreira nas empresas de tecnologia exponenciais. Hoje, atua como Diretora de Pessoas e Board Advisor da Stilingue. Masterchef de final de semana, ama cachorros e maratonas de netflix.

Escreva um comentário