A Black Friday ficou conhecida pelo mundo como um dia de grandes promoções a partir da década de 90. Antes disso, esse termo já era associado ao dia de compras após o dia de Ação de Graças, no Estado Unidos, desde 1950: pelos varejistas para falarem do elevado número de  faltas no comércio registrados na sexta pós-feriado e pelos policiais da Filadélfia que o usavam para se referir aos transtornos relacionados com a grande movimentação de pessoas na mesma data.

De lá para cá, o dia com promoções ganhou datas e nomes diferentes ao redor do mundo, por exemplo, no México é chamado de El Buen Fin, ou o bom fim de semana, na Colômbia, Black Days e no Brasil aparecem nomes como Black NovemberBlack Week. Além disso, algumas marcas estão retirando o termo black da temporada de promoções, como o grupo Boticário, pela possibilidade de  ter um sentido racista que ele pode assumir. Neste levantamento analisamos os termos falados sobre as promoções de novembro e a repercussão nas redes.   

Black Friday 2020

Padrão e assunto do dia com mais publicações

De 1º de agosto  a 31 de dezembro de 2020, foram identificadas 741 mil publicações, com uma média de 4k publicações/dia sobre a BF. 

Black Friday

O dia com mais publicações foi 27 de novembro com 136 mil feitas por 108k usuários. O canal com mais interações foi o Twitter com 115k, 85% do total, seguido do Instagram com 10k (8%). Conferindo a distribuição por gênero para este dia vemos que 53% das publicações foram feitas por mulheres e 44% por homens.   Analisando os temas principais temas encontramos que Preço alto foi o assunto mais falado no dia (28K) seguido de Preço baixo (14K). 

Distribuição das publicações por temas | 27/11/2020

Interessante notar a dicotomia entre o dia de promoções e a percepção do público de que os valores anunciados ainda são altos que é reforçada também pelo terceiro assunto mais falado no dia Fraude (14K), onde 80% das postagens eram negativas. 

Analisando as narrativas associadas as publicações sobre fraude encontramos marcas citadas nesse contexto:

Termos correlacionados ao tema Fraude | Marcas | 27/11/2020

Sentimento nas publicações sobre a Black Friday

Ao conferir o sentimento das publicações do dia 27/11/2020, independentemente do tema, identificamos que 38% delas estão como neutras, 33% como negativas e 29% como positivas. 

Distribuição por hora e sentimento | Black Friday | 27/11/2020

A distribuição por horário no dia segue essa proporção indicando que de modo geral os usuários tem uma percepção negativa das promoções da Black Friday, já que as publicações neutras são em sua maioria anúncios das promoções ou post de canais de notícias, como ilustrado a seguir pelos principais publicadores associados ao sentimento neutro:

 Principais Publicadores com sentimento neutro| Black Friday | 27/11/2020

Quando olhamos para os principais publicadores com post negativos identificamos os perfis de organização não aparecem: 

 Principais Publicadores com sentimento negativo| Black Friday | 27/11/2020

Como as marcas chamaram as promoções de novembro

Das 741k publicações cerca de 1% delas (357) usaram outro nome para anunciar as promoções de novembro como ilustrado a seguir. As marcas substituíram o termo black pelo nome da cor dos seus logos, por menções aos produtos vendidos, pelo nome da marca ou por adjetivos.

 Marcas e os novos nomes para as promoções de novembro| Outras Fridays | 1/08 a 31/12/2020

 Principais Publicadores com sentimento positivo | Outras Fridays | 1/08 a 31/12/2020

Conferindo o sentimento atrelado as publicações 55% são positivo, 33% neutro e 13% negativo. Essa inversão de polaridade pode estar relacionada ao pouco uso dessas nomenclaturas, dado que os principais publicadores que as usam são perfis associados as marcas.

 

Ao conferir as  narrativas das publicações negativas encontramos que as pessoas ironizavam a mudança, por exemplo para Beauty Week, do O Boticário, dizendo que agora os feios se sentiriam ofendidos: 

   Termos relacionados de publicações negativas | Outras Fridays | 1/08 a 31/12/2020

Conclusão

A história do termo Black Friday remete a várias versões diferentes que alteram o seu significado, entretanto a época de promoções em novembro foi globalizada e com ela o termo. No Brasil, a Black Friday já é um termo amplamente utilizado pelo público em geral, para se referir às promoções da data e o sentimento negativo associado está mais relacionado com o valor dos descontos do que com a denominação deles.

Ainda assim, as marcas, principalmente de cosméticos, estão revendo o nome para a data para criar uma expressão exclusiva durante a temporada de promoções e para refletir os valores das empresas. E como  toda mudança, essas alterações geram críticas por uma pequena parte do público. O que não impede a alteração do nome desde que atrelado a promoções que sejam atrativas ao consumidor criando assim uma oportunidade para as marcas se desvencilharem do sentimento negativo relacionado as fraudes da Black Friday.

A STILINGUE possibilita entender quais são os produtos que os consumidores querem ver em promoção e ajudar na criação de uma estratégia de vendas precisa e alinhada com os valores das marcas. 

Autor

Beatriz Salles é formada em ciências biológicas pela UFOP, com pós-graduação na área da saúde pela UFMG. Tem experiencia no desenvolvimento de projetos de pesquisas e como professora em diferentes níveis de ensino. Na STILINGUE, atuou junto ao time de atendimento com foco em suporte para agências e, atualmente, trabalha no Marketing produzindo conteúdo sobre temas presentes nas mídias sociais. É uma entusiasta da análise de dados e por encontrar respostas baseadas em evidências.

Escreva um comentário