Drops do mercado | Dezembro 2020

Um estudo realizado pela IDC Brasil no primeiro trimestre de 2020, o consumo de pulseiras e relógios inteligentes cresceu 321% e 218% respectivamente, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Como também identificamos o crescimento de publicações através do monitoramento da STILINGUE.

Volume de publicações

Publicações no tempo do War-Room STILINGUE

Como vemos no gráfico as publicações tiveram aumento ao longo do meses, e o terceiro trimestre é período com maior concentração com 44% (dentre os três trimestres completos)

Além de ser o período que apresenta maior crescimento contra o trimestre anterior, 36% enquanto que o segundo trimestre apresentou 26% de aumento contra o primeiro trimestre.

Canais

O principal canal é o Twitter(71%) mas em segundo lugar temos o Youtube (21%), principal canal que compartilham dicas sobre qual é o melhor aparelho e suas funcionalidades, além do Facebook (5%), Reclame aqui (2%) e Artigos (1%)

Perfil

Os homens são os que mais comentam sobre o produto com 56% enquanto que as mulheres estão presentes em 42% e os restantes 2%, as empresas.

Pauta

Termos Correlacionados do War-Room STILINGUE

Os publicadores discutem qual marca vale a pena, em especial em termos de preço que está presente em 16% das publicações, e as marcas, sendo a Xiaomi a mais citada com 45% , como o Mi Band.

Ainda considerando a Xiaomi, aqueles que buscam pela marca discutem se o lançamento, Mi Band 5, tera a opção da Alexa (Amazon).

Como também citam o Apple Watch com 34% que em alguns compartilhamentos os consumidores citam risos pelo alto preço (termo presente em 18% da publicações) do produto e que em funcionalidades os consumidores acabam preferindo a Xiaomi pelo custo benefício.

E em terceiro lugar temos a Samsung presente em 20% das publicações e em especial seu último lançamento o Galaxy Watch 3.

Também vimos que o principal benefício ao utilizar o produto é o cuidado com a saúde, que é discutido em pelo menos 6% das publicações, onde temos o monitoramento do sono, dos exercícios físicos, frequência cardíaca, calorias e opções para medir a pressão e oxigenação do sangue.

Considerações

O monitoramento através das redes sociais permite estar por dentro das necessidades do consumidores assim como entender o contexto que a sua marca está inserida.

Autor

Pâmela Gonçalves é formada em Relações Internacionais e trabalha com pesquisa de mercado desde 2011, quando começou sua carreira na indústria de bens duráveis. Como parte da sua jornada já trabalhou em instituto de pesquisa e traz experiência de diversos setores do mercado e atualmente atua como BI aplicando o social listening para capturar as mais variadas tendências.

Escreva um comentário