Desde o início da pandemia provocada pelo Coronavírus, muitos foram os hábitos que todos precisaram adequar em suas rotinas diárias para conseguir seguir os cuidados de prevenção contra o vírus, sendo o isolamento social um dos mais importantes. Neste cenário, as academias e espaços públicos ficaram fechados por grande parte do tempo, desde o início de Março de 2020.

Com esses espaços fechados, os praticantes de atividades físicas precisaram encontrar novas soluções para continuar se exercitando. Uma pesquisa brasileira realizada em 2020 com 16 mil pessoas mostra que o percentual de praticantes pré-pandemia não mudou muito. Utilizando um questionário online disseminado por redes sociais no ano passado, a apuração identificou que 40% dos entrevistados estavam fazendo algum exercício durante a quarentena, o que prova que parte daqueles que se exercitavam regularmente em academias e espaços públicos procuraram outro meio de se manterem ativos durante as fases mais restritas do isolamento.

Você deve estar se perguntando: “Afinal, onde essas pessoas passaram a se exercitar?”  É aí que o home fitness entra em cena, isto é, a prática de exercícios físicos em casa. Quer entender melhor sobre essa tendência que despontou com tudo durante a pandemia? Vamos lá!

A tendência

Analisando o período entre Março de 2020, quando explodiu a pandemia no Brasil, até o fim de Fevereiro de 2021, é possível identificar por meio da STILINGUE um pico considerável pela busca de assuntos relacionados ao home fitness durante os meses de Março e Abril do ano passado, justamente durante o início do isolamento social, onde as pessoas viram suas rotinas serem completamente alteradas. Esse volume praticamente se manteve ao longo dos meses, com uma leve queda entre o fim de Dezembro e início de Janeiro, justificado pelas festas natalinas e fim de ano. Afinal, ninguém é de ferro, né? Repare:

Gráfico de Publicações no Tempo do War-Room STILINGUE

A busca pelo assunto se manteve nessa constância, sendo que no período analisado houve a coleta de mais de 1 milhão e 900 mil publicações sobre o tema. O canal mais utilizado foi o Twitter, seguido pelos Portais e pelo Youtube.

Gráfico de Distribuição por Canais do War-Room da STILINGUE

E quando o assunto é home fitness, não podemos deixar de citar os principais influenciadores digitais que falam sobre o tema, já que a internet se tornou a principal fonte de conteúdo para os praticantes de atividades físicas neste período. 

A treinadora Carol Borba, que possui um canal de treinos no Youtube com seu nome e quase 4 milhões de seguidores (além de diversos programas na plataforma de home fitness Queima Diária), aparece em primeiro lugar. Em seguida, vem o youtuber e fisiculturista Victor Lelis, que conta com mais de 2 milhões de inscritos em seu canal no Youtube. Em terceiro lugar, temos o canal do Youtube: Músculos e Corpo Definido, que também ultrapassa os 3 milhões de inscritos. Ambos compartilham diariamente treinos e dicas sobre o mundo fitness. 

Ranking AAA de Influenciadores do War-Room STILINGUE

Nesta tendência, as hashtags apresentam uma sentimentalização positiva em sua grande maioria, sendo que entre as mais mencionadas aparecem #treino, #treinoemcasa, #saude, #vidasaudável, #coronavírus, #fiqueemcasa, entre outras.

 Gráfico de Distribuição por HashTags do War-Room STILINGUE

 Gráfico de Distribuição por HashTags do War-Room STILINGUE

O papel do Youtube 

Onde as pessoas têm buscado esses treinos online? Como treinar em casa sem ter os equipamentos apropriados? Pois bem… Essas perguntas têm respostas e, aparentemente, uma solução! 

Olhando para as publicações por temas, observamos a significativa expressão que os temas saúde física e Youtube alcançaram no período analisado,é possível perceber  que o Youtube é o canal mais utilizado por quem busca por treinos online gratuitos para praticar em casa. Dados de uma pesquisa realizada pelo Google em Julho de 2020 ilustram isso ao mostrar o aumento de mais de 52% de buscas por ginástica no Youtube em 2020. 

Gráfico de Publicações por Temas do War-Room STILINGUE

O termo treino é o mais quente nas publicações que envolvem o Youtube, e se relaciona diretamente com outros, como fitness, saúde, atividade física, corpo, treino em casa, fitness e motivacional. Essa grande teia de palavras relacionadas nos permitem perceber como a tendência do home fitness se fez presente no dia-a-dia das pessoas e como o Youtube passou a ser sinônimo de treino durante o cenário de isolamento.

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGUE

Equipamentos de ginástica

Aliada à busca por treinos no Youtube, também é notória a relevância da citação por equipamentos de ginástica. A mesma pesquisa do Google citada anteriormente mostra um aumento de mais de 388% da busca por tapetes de atividade física e mais de 295% por bicicletas ergométricas, do início da pandemia até Julho de 2020. Esse pico pode ser facilmente observado graças ao gráfico de Publicações no Tempo, da STILINGUE. Observe a volumetria coletada entre 23/03/2020 até 15/07/2020:

Gráfico de Publicações no Tempo do War-Room STILINGUE

E nessa busca por equipamentos de ginástica, termos como tapete de yoga, corda, bola de pilates e bicicleta estão em evidência e muitas das publicações são de dicas e de pessoas pedindo indicações de compra desses itens, uma vez que agora há a necessidade de tê-los em casa:

Gráfico de Distribuição por Termos do War-Room STILINGUE

O que está em destaque?

Bateu a curiosidade de saber quais são os termos que se relacionam e estão em destaque? Vemos que a prática de atividade física está muito relacionada à vontade das pessoas de se exercitarem, à saúde e aos benefícios. Mas, curiosamente (ou não) também não passa despercebida a preguiça das pessoas em treinar. Quem nunca, né? Veja só a distribuição dessas palavras na nuvem:

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGUE

Na nuvem acima, também fica em evidência o termo academia, onde muitas pessoas comentam sobre a falta que estão sentido do espaço enquanto fechado ou, por outro lado, publicaram sobre a retomada que aconteceu em alguns momentos durante o período analisado.

O mesmo gráfico ainda mostra um termo quente: “app”. Ao aprofundar a pesquisa, é possível perceber a busca das pessoas por aplicativos gratuitos para fazer exercícios físicos em casa durante a pandemia. No Twitter, temos algumas amostras do que costuma ser dito pelos usuários sobre esses aplicativos:

Neste sentido, a Smart Fit e a Selfit Academias aparecem como um dos principais publicadores, cabendo ressaltar a readequação das academias em investir em treinos online para serem feitos em casa durante a pandemia e ao fato dessas academias terem investido em aplicativos:

Gráfico de Principais Publicadores s do War-Room STILINGUE

Público e interesses

Quando observamos o gênero do público interessado pelo tema, há uma predominância feminina. As mulheres representam a grande maioria, com 62% de presença versus apenas 37% masculina

Ao olhar para o interesse desse público, palavras como casa e yoga são destaques. No caso do yoga, as postagens nas redes sociais com fotos de mulheres praticando a atividade e/ou relatando nas legendas o relaxamento que a prática traz ganham a cena. Com relação ao termo casa, há um grande incentivo à realização dos treinos em casa, sem que haja a necessidade de sair durante a pandemia e dicas do que fazer: pular corda, polichinelo, flexão, abdominal… Qual você mais gosta? 

Esses mesmos termos quentes estão acompanhados de vários outros que fazem parte não só do universo fitness, como também do universo relacionado à saúde, como treino, corpo, saudável, alimentação, entre outros.

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGUE

Sobre o público masculino, os interesses recaem sobre palavras como atividade física, saúde, dieta, treino, corpo, gostoso e fitness. Apesar do interesse desse público ser inferior ao do feminino, também podemos notar um grande volume de publicações acerca do home fitness, com dicas e motivação diária.

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGU

Vestuário

Mulheres também são maioria (55%) quando falamos de vestuário, onde a sentimentalização das publicações que envolvem esse assunto é predominantemente positiva (41%). Aqui, o principal interesse é por marcas de tênis, onde o termo mais quentes envolvem o World Tennis que é um site online voltado para a venda de tênis de todos os tipos e o termo fitness.

Outras marcas como Olympikus, Asics, Mizuno, Oxto e Newbalance também são destacadas, sendo que a maioria das publicações envolvem ofertas, promoções e lançamentos dessas marcas. 

É interessante perceber que, em meio a tantos outros itens de vestuário, o tênis é o item que mais se sobressai em tempos de home fitness, afinal, mesmo que em casa, é um item básico para a realização correta e segura de atividades físicas. 

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGUE

Já com relação ao público masculino, o termo tênis também é o mais quente que aparece, com publicações pedindo dicas de qual modelo comprar e de pessoas afirmando que necessitam adquirir tal item. 

Gráfico de Termos Relacionados do War-Room STILINGUE

Saúde física x saúde mental

Por fim, não podemos deixar de analisar a prática das atividades físicas em casa durante a pandemia sem nos perguntarmos se o interesse dos adeptos está relacionado apenas com a saúde física ou também com a saúde mental, em tempos tão difíceis como os vividos atualmente. 

Dessa forma, será que as pessoas têm buscado se exercitar durante a pandemia porque estão mais preocupadas com a saúde física ou mental? A resposta é: ambas!

Quanto se fala especificamente de saúde mental, o foco gira em torno de termos como crise de ansiedade, controle  de estresse, yoga, condicionamento físico, sistema imunológico, entre outros. 

Gráfico Duelo de Termos do War-Room STILINGUE

Já com relação ao que é falado quando o assunto é saúde física, se fala em vida mais saudável, foco, emagrecimento, malhar, motivação, fitness etc

Gráfico Duelo de Termos do War-Room STILINGUE

Em ambos os casos, vemos que há uma preocupação comum com relação à ansiedade, o estresse e a depressão. E não é à toa.  De acordo com um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e publicado pela revista The Lancet em 2020, os casos de depressão aumentaram 90% e o número de pessoas que relataram sintomas como crise de ansiedade e estresse agudo mais que dobrou entre os meses de março e abril de 2020.

Gráfico Duelo de Termos do War-Room STILINGUE

Conclusão

De forma geral, percebemos o quão relevante foi a adoção deste novo hábito na vida das pessoas durante a pandemia. O home fitness chegou com tudo, ganhou os lares, as redes e o Youtube. Se exercitar em casa passou a ser uma válvula de escape para todo o estresse provocado pela pandemia e uma forma de manter o corpo em movimento na segurança de casa. Percebendo essa nova tendência decorrente das mudanças de hábitos e comportamentos, marcas tem se adaptado para atender às novas necessidades do público. Como vimos, alternativas para se movimentar não faltam.

Autor

Ana Letícia é formada em Jornalismo e trabalha com Atendimento ao Cliente há anos, sendo atualmente Coordenadora de Atendimento na Stilingue. Apaixonada pela área, atualmente se especializa em Gestão da Experiência do Consumidor pela ESPM. Nas horas vagas, adora cozinhar, dançar forró, pegar estrada e curtir encontros com os amigos e a família. Virginiana e atenta aos detalhes, adora revisar textos e escrever, afinal, o Jornalismo também corre nas veias.

Escreva um comentário