Em 2020, as pessoas adquiriram novos hábitos devido à pandemia do Coronavírus, como demonstrado na pesquisa da Behup sobre a retomada do consumo em 2021 para a Inteligência de Mercado Globo. Nela, 80% dos entrevistados disseram que realizaram compras em novos canais de venda, tais como Whatsapp ou redes sociais. Cerca de 30% iniciaram ou aumentaram as compras online, sendo que 24% destes pretendem manter esse hábito em 2021. Esse levantamento aponta também que 47% dos consumidores desejam aproveitar as promoções da Black Friday deste ano. Outras pesquisas detectaram intenção de compra mais altas como 92% (Portal Uol) ou 91% (Facebook IQ).

Distribuição no Tempo das publicações sobre Black Friday 20/21

De 1º de junho a 13 de agosto de 2021, foram identificadas 15 mil publicações, com uma média de 215 publicações/dia sobre a BF 2021. 

O dia 21/06/2021 teve 1,3 mil publicações,  8 vezes mais que a média do período. Neste dia, a Amazon lançou o Prime Day que foi comparado a Black Friday pelos internautas.

A Inteligência Artificial da STILINGUE classificou essas publicações por sentimento e 38% delas foi classificado como negativas. Estas, em sua maioria, comparavam a promoção da distribuidora com a BF e questionava as promoções anunciadas dizendo que os preços continuavam altos.

 

Classificação de sentimento | 21/06/2021

Quando olhamos para os principais temas desse dia, o sentimento negativo é predominante nos 5 temas mais falados, exceto para o tema Livros. Promoção é o mais citado, com 1244 publicações seguido por E-commerce e Preço alto com 472 e 315 publicações respectivamente. 

 Distribuição pelas 5 temas mais citados e o sentimento de cada um deles | 21/06/2021

Exemplos de publicações com sentimento negativo no dia 26/06/2021:


Já 2020, a média diária para o mesmo intervalo de tempo foi de 205 publicações, totalizando 15K. O dia com mais publicações foi 23/07/2021 com 373.

Neste dia, o termo Black Friday foi mencionado na repercussão de um caso de vazamento de informações pessoais de autoridades brasileiras. As publicações ironizavam dizendo que a Black Friday havia sido antecipada.

Termos mais frequentes e porcentagem de ocorrência 

Conferindo as palavras que mais aparecem nas publicações de 2021, vemos que BF está ao menos 1 vezes em todas as publicações, Oferta e Promoção com 8%,  código com 7% e promoções  com 4%. 

As publicações falam sobre as compras na Black Friday de 2020, a expectativa da Black Friday de 2021, questionam os descontos da época, compartilham códigos promocionais, compra de carros usados,  da construção do marketplace para a Black Friday 2021.

Em 2020,  o termo Black Friday  está presente ao menos uma vez nas  publicações. Seguido por risos com 10%, Ano com 4%, Preço com 3% e Amazon Day com 2%.

   

As publicações falavam de usar o dinheiro para comprar notebooks na Black Friday, de comprar produtos com celulares, computadores e carros usados e de esperar da BF daquele ano (2020) para aproveitar as promoções.      

Principais temas e sentimentos

Temas

Conferindo o padrão dos principais temas por semana em 2021 e comparado com o de 2020, vemos que os 3 temas mais abordados permanecem os mesmos, promoção, preço alto e preço baixo. Com o primeiro lidando as 4 semanas analisadas para os dois anos. O segundo se mantêm estável na segunda posição até o começo de agosto quando o terceiro passa ser mais citado, fato que não aconteceu no ano passado.

É interessante que em 2021 temos um salto de publicações com o termo promoção na segunda semana de agosto, fato que não ocorreu em 2020, onde o volume foi mais constante. 

O tema E-commerce  é o 4º mais mencionado em 2021, tema este que não apareceu entre os 10 mais de 2020. Naquele ano essa posição era ocupada pelo tema fraude. Livros e celulares eram os únicos produtos falados. Neste ano apenas Livro aparece. Em 2021 Atendimento aparece mais que lojas físicas. 

 

Realizando um Zoom no tema Promoções para os dois anos, percebemos que em 2021 foram feitas mais publicações do que no ano anterior e que a maior parte delas é positiva, enquanto em 2020, a maioria foi neutra.  E este ano os homens falam mais que as mulheres.

PromoçãoTotalPositivoNegativoNeutroHomensMulheresEmpresas
202115.35443%24%33%50%49%1%
202014.61527%30%43%48%51%1%

Produtos mais frequentes

Em 2021 foram encontradas 7,4K publicações sobre produtos e marcas, valor maior ao do que foi encontrado em 2020, 5,7K. Livro segue sendo o produto mais associado a data. O terceiro lugar de 2020 as lojas físicas, em 4 este ano, deram lugar para as citações às marcas de E-commerce. Os produtos mais lembrados em 2021 foram: Roupas, celular decoração, sapatos (ausente em 2020), utensílios domésticos, acessórios e eletrodomésticos. Os produtos relacionados a pet são os últimos. Já os serviços relacionados a e-commerce se mantêm no mesmo patamar do ano passado. O tema de  atendimento ao cliente aparece entre os 10 este ano, o que não ocorreu no ano anterior. As marcas mais mencionadas são do setor de varejo.

Distribuição das publicações que falam de produtos | 1/06 a 13/08/2021

Em 2020, os produtos falados eram: Celular, Notebook, Roupa, Decoração, Pet, Delivery, Gastronomia, TV e Acessórios. As marcas mencionadas em 2020 eram do setor de Varejo, tecnologia e financias, estas últimas não aparecem em 2021.  

Distribuição das publicações que falam de produtos | 1/06 a 13/08/2021

Marcas associadas aos produtos mais frequentes 

A STILINGUE compara as palavras e separa entre comuns e específicas para o assunto de marcas de varejo entre os anos. Em 2021, as marcas mais faladas nesse tema foram Shoptime, Submarino, Lojas Americanas, Amazon, Magalu, Casas Bahia. 

Duelo de termos | Tema Varejo |Palavras mais frequentes de 2021 | 1/06 a 13/08/2021 

Conferindo os termos para o tema varejo em 2020 encontramos menções as marcas lojas americanas, submarino e Amazon. Os produtos falados no ano passado foram Livros e Kindle

Duelo de termos | Tema Varejo Marcas |Palavras mais frequentes de 2020 | 1/06 a 13/08/2020 

Quando exploramos o 2º tema presente em 2021, Livro, encontramos que 17% das publicações (287)  sobre ele, ocorreram no dia 21/06/2021. Relacionadas ao Prime Day  são 63.

Nuvem de Palavras | Tema Livros| 1/06 a 13/08/2021

O termo o livro está aquecido, como indicado pela coloração laranja, é aplicado sobre comprar livros usados e  esperar a BF para adquirir um novo título. As publicações falam também  de compras d Kindle e Mangas. Questionamentos sobre se vale a pena comprar um livro na black Friday ou não. 

Influenciadores

Produtos

A STILINGUE  organiza os influenciadores que tem mais afinidade, alcance e atratividade a cerca de determinado assunto. Assim podemos comparar os influenciadores de um ano e outro sobre o mesmo tema, montando o Ranking AAA, como a seguir, para
Varejos – Marcas:

Principais influenciadores com o Tema Varejo
(à esquerda os de 2021 e à direita de 2020)

Para Livros:

Principais influenciadores com o Tema Livro
(à esquerda de 2021 e à direita de 2020)

Conclusão

A volumetria média de publicações sobre Black Friday entre 01/06 e 13/08 em 2021 e 2021, foi similar, por volta de 200 por dia. Indicando que a data é lembrada durante outros meses do ano, não apenas em novembro. De modo geral, essas publicações mostram questionamentos sobre esperar ou não a BF para comprar algo.  Em ambos os anos existem assuntos não relacionados com a data que provaram o aumento de menções a Black Friday de forma pontual. 

Os temas mais lembrados são Promoções e Preço alto nos dois anos. Isso indica uma dicotomia entre o proposito da BF e a percepção do público, como ilustrado com a presença de 197 publicações com a expressão: metade do dobro que aparecem nesse contexto. O produto mais presente nos dois anos foram os Livros, sugerindo que os consumidores esperam a data para aproveitar a promoção de livros. Produtos que aparecem neste ano, mas não no anterior foram Panelas e Alexa.

Em 2021 a marca Magazine Luiza já se posiciona com um influenciador. As Roupas são mais citadas neste ano, ao contrário de notebook que não aparece entre os principais temas. Neste ano de 2021, as pessoas falam mais sobre atendimento que no passado.

Autor

Beatriz Salles é formada em ciências biológicas pela UFOP, com pós-graduação na área da saúde pela UFMG. Tem experiencia no desenvolvimento de projetos de pesquisas e como professora em diferentes níveis de ensino. Na STILINGUE, atuou junto ao time de atendimento com foco em suporte para agências e, atualmente, trabalha no Marketing produzindo conteúdo sobre temas presentes nas mídias sociais. É uma entusiasta da análise de dados e por encontrar respostas baseadas em evidências.

Escreva um comentário